top of page

PETS E DESIDRATAÇÃO - CONHEÇA OS RISCOS

Em dias de calor é natural que a gente sinta mais sede, não é mesmo? Essa necessidade também acontece com nossos amiguinhos peludos que buscam, em dias quentes, consumir mais água. Isso acontece para regular a temperatura interna do organismo, assim como para mantê-los hidratados, afinal, a desidratação em cães e gatos pode ocasionar problemas graves de saúde e, por isso, precisa de muita atenção por parte dos tutores.

As causas e sintomas desta complicação costumam ser bem semelhantes e, para garantir o bem-estar dos peludos, devem ser tratados o mais rapidamente possível, com auxílio de um profissional especializado. A importância do médico veterinário nesse processo acontece porque as consequências da desidratação podem ser confundidas com outros problemas de saúde que pedem formas de tratamento diferentes e que não solucionam os malefícios da desidratação.

É muito comum que as pessoas acreditem que para curar a desidratação basta dar líquidos em excesso para os animais, porém não é bem assim. A ingestão de muitos fluídos no corpo do pet de forma irresponsável pode, inclusive, agravar o quadro ao invés de revertê-lo.

Então, não esqueça: a avaliação profissional é imprescindível antes de iniciar qualquer tratamento na vida dos pets

1 visualização0 comentário

Comentários


bottom of page