top of page

CUIDADOS COM A ÁGUA PARA IDOSOS E CRIANÇAS.

Ao longo do dia, perde-se água por meio da transpiração, suor, saliva, urina e fezes. E a fonte ideal é a água pura, límpida, inodora e sem cheiro. Ainda que ela esteja presente na ingestão de outros líquidos e no consumo de alimentos que têm grandes quantidades de água (vegetais e frutas). Recomenda-se, em média, a ingestão de 2,5 a 3 litros de água por dia. Em situações especiais, como calor excessivo e exercício físico intenso, o consumo deve ser maior. Já pessoas com problemas de saúde específicos como insuficiência cardíaca, hepática ou renal, podem ter restrições hídricas e devem seguir as recomendações de médicos e nutricionistas.


Os nutrólogos , ressaltam que mais importante do que os nutrientes da água, sua principal função é a hidratação. Para ele, é preciso todos os cuidados, principalmente, agora, com tempo seco, baixa percepção da transpiração, queda da temperatura, menos sede. O médico alerta ainda sobre a importância da ingestão de água por quem enfrenta quadros de diarreia, vômitos e faz o uso de laxantes. Têm de ficar atentos e procurar orientação médica.


, ao destacar o papel da água para a saúde, o principal é ter atenção com os idosos. Além do cuidado especial com quem está amamentando, crianças menores de 3 anos e quem tem alguma limitação física ou mental por causa da dificuldade de acesso, o grupo principal é dos idosos, que têm menos resposta à sede. Não pode esperar que o idoso tenha sede, é necessário oferecer água sempre. Ainda mais por já ter uma função renal mais debilitada e depender da família ou de cuidadores. No frio, a atenção deve ser ainda maior.


Conforme o nutrólogo, a desidratação faz as mucosas ressecarem, a sensação de boca seca, olho fundo, visível mais em crianças, e quanto ao idoso o risco da hipotensão postural, ou seja, ficar tonto ao se levantar, deitado ou sentado. Nesta movimentação brusca, a pressão fica baixa e há até alteração do estado mental, pode se sentir confuso e irritado até. No caso dos mais velhos, é importante o envolvimento da família e cuidadores, deixar sempre ao alcance, uma jarra, uma garrafinha ou mesmo o copo d’água, sempre oferecer água, monitorar a cor da urina e nos dias quentes e secos aumentar a ingestão de água. No público geral, o principal sinal é a urina mais escura, que deve sempre se observada. Precisa ser clara.




Comments


bottom of page