top of page

CÂNCER E A DESIDRATAÇÃO . Diminua o risco



Técnicas de tratamento com água magnetizada têm se mostrado promissoras em diferentes áreas, especialmente na agricultura. Alguns benefícios relatados dessa técnica na agricultura são a melhoria de qualidade e quantidade da água de irrigação, aumento da produtividade, poupança de água, redução do uso de fertilizantes, diminuição do entupimento nas tubulações, “efeito memória” na água e outros (LIN; YOTVAT, 1989).

Efeitos positivos também são observados na redução da tensão de superfície, em água tratada com dispositivos magnéticos, facilitando a penetração da água nas paredes celulares. Isso explicaria o crescimento vegetativo mais rápido, o que é possível porque as pontas das raízes secretam enzimas que dissolvem cristais em solo, permitindo que as raízes absorvam minerais dissolvidos (KRONENBERG, 1993).

Devido à natureza polar da água, quando induzida por um campo eletromagnético produz-se uma ordenação em suas moléculas formando clusters menores de moléculas de água, diminuindo a tensão superficial da água e, consequentemente, esses aglomerados são mais facilmente absorvidos pelas células (KRONENBERG, 1993).

A aplicação de campo magnético tem tido eficácia no controle do problema de incrustações em tubulações, as quais estão associadas à cristalização do carbonato de cálcio e a outras espécies químicas. Porém, não se sabe exatamente quais são as propriedades físicas afetadas pelo campo magnético.

Contrariamente a outros estudos, não se confirmou o efeito do campo magnético sobre a tensão superficial em soluções aquosas (LANDGRAF et al., 2004). Dentro deste contexto, foi instalado um experimento no Campo Experimental IzidoroBronzi, em Araguari(MG), com o objetivo de avaliar o desenvolvimento vegetativo, produtivo e a qualidade do café irrigado por gotejamento, com e sem a utilização do tratamento de água por magnetismo.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page